JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

7 de dez de 2015

MARIDO DIZ QUE VIROU TRAFICANTE PARA PAGAR O SILICONE DA ESPOSA

O britânico Gavin Tomkins, de 37 anos, foi preso junto com a sua mulher, Sarah Smith, de 34. Os dois estavam em casa, em Ashford, no condado de Kent, sul da Inglaterra, quando a polícia chegou, após receber denúncia anônima. Os oficiais encontraram o equivalente a R$ 7 mil em maconha, além de R$ 4 mil em dinheiro. "Sim, sou traficante", admitiu Gavin. A resposta que ele deu para exercer a função ilegal pegou a polícia de surpresa

"Eu só queria dar um implante de silicone para a minha mulher", disse ele. "Ela pediu. Eu estava sem grana e comecei a tocar o negócio"

Gavin, que trabalhava como vendedor (mas de mercadorias legais), contou, na delegacia, que teve a não muito brilhante ideia de "fazer um fundo para o silicone" após a mulher reclamar que tinha seios pequenos e que sonhava ter dinheiro para aumentá-los

"Sarah andava muito triste e nós, que temos filho, não tínhamos condições de realizar o procedimento, que custa cerca de R$ 16 mil no Reino Unido", revelou Gavin

O marido prestativo começou a se mexer. Arrumou contatos com amigos que usam drogas e logo começou a vender para conhecidos

1

Já tinha arrecadado, em três meses, ao menos R$ 5 mil, colocados num banco

A mulher também ajudava nas vendas, avisando amigas e conhecidas

Logo o casal já tinha reunido 60 clientes, que começaram a comprar maconha deles

Quando a polícia entrou na casa de Gavin e Sarah, em janeiro de 2015, encontrou um caderno com anotações

Os 60 clientes já faziam parte da relação de compradores de Gavin. Havia outros nomes e apelidos, que surgiram após a Justiça quebrar o sigilo telefônico do casal

Gavin, que disse gostar apenas de beber, acabou detido com a mulher.

O casal foi solto, no dia seguinte, sob fiança

O julgamento deles ocorreu neste tribunal no final de novembro último.

A corte do condado decidiu por uma pena de dois anos para Gavin e 150 horas de trabalhos não-remunerados a Sarah

Gavin acabou conseguindo condicional e cumprirá a pena em liberdade. Se for pego novamente, irá direto para um presídio

O juiz George Pulman considerou que o casal "tem recuperação" e avaliou que "o motivo para cometer o crime foi ingênuo e tolo"

Fonte: R7

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism