JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

14 de dez de 2015

MINISTRO DO STF NEGA MANDADO DE SEGURANÇA APÓS ADVOGADO ESCREVER "IMPITIMENT"

O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Pasqualowsky, negou prosseguimento do Mandado de Segurança impetrado por um grupo pertencente ao Movimento Socialista por erro de português.

O objetivo do Mandado era suspender a sessão do impeachment que corre atualmente na Câmara dos Deputados.

Segundo o ministro no despacho denegatório, a palavra impeachment deveria ter sido escrita corretamente, e por conta da ‘não clareza na explanação do objetivo do Mandado de Segurança, o mesmo deve ser negado’.

1

Conforme mostra petição inicial do Mandado de Segurança, ao invés de escrever impeachment, o advogado do Movimento Socialista redigiu a palavra ‘ipitiment’ em todo o corpo de texto, o que segundo o relator, inviabilizou a compreensão e motivou a negativa.


O advogado do Movimento Socialista, em nota em suas redes sociais, disse que foi um abuso de autoridade e prometeu: “a redação da palavra não interfere no nosso real objetivo, independente se seja ‘ipitiment’ ou empechiment’, o objetivo é o mesmo”, explicou.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism