JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

16 de dez de 2015

SINDICATO DAS MANICURES VAI PROCESSAR FABÍOLA POR QUEDA NO NÚMERO DE CLIENTES

Representantes de centrais sindicais, federações e sindicatos das manicures entraram com uma ação civil pública nesta quarta-feira (16) contra a mulher que ficou conhecida após um vídeo em que traía seu marido com um amigo do casal viralizou na rede mundial de computadores, a ação se dá pela suposta queda no número de atendimento à clientes. Na ação, as entidades pedem uma retratação imediata de Fabíola que quando ia para o motel com o amigo de seu marido dizia que estava indo à manicure.
O processo foi aberto na capital mineira e tem abrangência nacional. Entre as denúncias, as entidades acusam Fabíola de denegrir a imagem das manicures e principalmente pelo elevado número de cancelamento dos atendimentos agendados para o final do ano.

"Ela pode sair com quem ela quiser, trair o marido quantas vezes quiser, mas não tem o direito de envolver uma classe tão trabalhadora quanto às manicures, porque não disse que ia na casa de uma amiga ou que estava na academia?" Disse Creuza Silva, uma das manicures que esteve presente na reunião.
Na ação, os sindicatos também argumentam que aumentou o número de maridos que acompanham as suas esposas na manicure, mas isso caba criando uma situação desconfortável para as mulheres.

“As mulheres vão à manicure não apenas para fazer as unhas, elas usam as profissionais da beleza como uma válvula de escape, uma psicóloga informal, lá elas falam do casamento, da vida em geral e de diversos assuntos e a presença do marido inibe tais conversas”, afirmou o presidente da Cornail - Confederação das designer de unhas do Brasil, Kyoshi Fronésio, durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira em Belo Horizonte.

Procurada pela reportagem, Fabíola não quis comentar o assunto e se limitou a dizer que está muito abalada com a situação e que sequer coloca os pés para fora de casa desde que o vídeo viralizou na internet..
O advogado de Fabíola afirmou ter absoluta convicção que suas práticas em nada prejudicaram as manicures e essa é apenas uma estratégia para aparecer na mídia.

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism