JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

24 de fev de 2016

MARISSOL FRIDA, A ESTUDANTE DE DIREITO – SHERLOCK HOLMES QUE SE CUIDE

Hello babies!!!

Mais uma semana na novela mexicana que é a minha life. Vocês não fazem ideia de como tudo está uma bagunça naquela faculdade. Eu estava à flor da pele quando resolvi ir à delegacia em busca de informações sobre um número estranho me mandando mensagens como contei a vocês no último post.

Portanto, dirigi-me à delegacia para seduzir meu professor e tentar arrancar alguma informação.

- Marissol, você por aqui minha linda? (argh, nojinho.)

Expliquei a situação e de fato, como eu já imaginava, foi fácil demais. Não é tão fácil assim quando você não tem um professor delegado que quer se aproveitar do seu corpo nu. Eles pedem que você registre um Boletim de Ocorrência para que a operadora seja acionada judicialmente e seja exigida a quebra do sigilo telefônico. Demanda tempo, dinheiro, e um bom advogado. Mas eu realmente precisava descobrir quem era o meliante. Ele (ou ela) me ameaçou e nós, como estudantes de direitos, sabemos muito bem que o Código Penal prevê a ameaça como crime:

Art. 147Ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave:

Pena – detenção, de um a seis meses, ou multa.

Meu professor sabia com toda certeza as consequências do que estava fazendo por mim, mas ele realmente acreditava que teria algo em troca (deixei isso implícito na minha saia rosa choque um palmo abaixo da perseguida e no decote que privilegiava minha comissão de frente). O teor do inciso XII do artigo 5º. da Constituição Federal estabelece que é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal.

Ele descobriu um número de CPF cadastrado para o número de celular no dia 10 de fevereiro de 2016. Em menos de 15 minutos tínhamos o nome completo da pessoa que, para a minha surpresa, não era do meu conhecimento e tinha nome de avó. Agradeci meu professor com um beijo molhado de gloss Victoria Secret`s na bochecha, um abraço apertado (porém rápido antes que eu sentisse algo desconfortável encostando-se a mim) e saí, antes que ele ousasse me fazer algum convite indecente.

6e98d0dc-384b-45dd-b787-7bac118e7155

Cheguei à minha suíte, e preparei meu banho de sais relaxantes enquanto o notebook ligava. Como assim não era ninguém da minha turma da faculdade? A pessoa estava me olhando quando mandou a mensagem, viu minha cara de assustada, e eu estava na AULA! Então, como assim? Iria descobrir, de qualquer modo, quem era Jacinta Paiva de Souza. Ok, pesquisando e... Calma aí. Como assim a Suzane Richthofen quer fazer faculdade de Administração? Gente, ela não pode estudar de jeito nenhum, senão ela mata as aulas! Ui, essa foi péssima. Defendo tudo que a Lei de Execução Penal (Lei nº 7.210) prevê acerca de assistência social, educação, saúde e trabalho para promover a reinserção social, defendo mesmo. Mas cada caso é um caso e... Anh? O ex-policial Bola do caso Eliza Samudio em uma foto na cela com cerveja e celular??? Ok Jesus, pode voltar, que assim não está nada tranquilo, muito menos favorável. Falando nessa música ridícula, o que o Lucas Lucco está fazendo com esse Mc Bin Laden nesse iate cheio de opa, que tanquinho é esse Lucas? Gente, mas se esse homem chega na minha frente eu tenho três tipos de... Ai meu Santo Padroeiro das Piscianas Lesadas!!!

Como é que eu fui esquecer a prova de Direito Processual Civil? Essa historia toda está me deixando louca! Como diz o ditado, marmelada na hora da morte é veneno, então peguei a cara, juntei com a coragem, entrei no meu new beatle rosa e fui pra faculdade.

Porque eu tenho a impressão que todos olham pra mim? Às vezes queria ser invisível. Sinto-me 99% invisível quando pego meu celular, então vou dar uma olhadinha nas fofocas enquanto o professor não chega. BBB... Bolsonaro... The Voice Brasil... Caso Cunha... Estuprador procurado há mais de um ano é preso na minha cidade? Hum, parece interessante. Caramba, nove mulheres em um mês... Quatro delas mortas após o estupro... Mas que FILHO DA P epa! COMO ASSIM? Uma das vitimas é Jacinta Paiva de Souza, morta em sua residência no dia 16 de outubro de 2015.

Meu celular toca.

“Aonde pensa que vai com essa cara de palerma? Eu tenho nojo de você, não vejo a hora de te encontrar... Teus dias estão contados patricinha de merda!”

Ok. Que palhaçada é essa? Estou recebendo ameaças de uma defunta? Alguém me explica o que está acontecendo? (continua no próximo post)

Marissol

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism