JUIZ CAGÃO:

Juiz tira um foto no banheiro pra mostrar que também é genteClique e leia

22 de mar de 2016

ADVOGADO ENTRA COM LIMINAR, PARA IMPEDIR LIMINARES "DO PT". JULGUEM OS NOSSOS PROCESSOS

Uma ação pra lá de inusitada foi distribuída na cidade baiana de Protestantes que fica a 190km de Salvador. O advogado baiano Chico Panecon Bologna ingressou com ação de obrigação de fazer com pedido de liminar, no TRF da 9 (nona) região, requerendo a suspensão de liminares contra a nomeação de Lula ao cargo de Ministro.

O advogado que se disse simpatizante à Jair Bolsonaro afirmou que essa coisa de acata liminar, cassa liminar, está parecendo uma cena do filme Karatê Kid, onde o discípulo de Mestre Miagui coloca o casaco e tira o casaco repetidas vezes.

O Poder judiciário está virando alvo de chacotas e palco de desfiles políticos e se desvirtuou do seu único sentido, que é julgar os processos de modo correto, disse Bologna.



Bologna alega que o tempo expendido em liminares contra o ex-presidente poderia ser melhor aproveitado se fosse utilizado para analise de processos que se encontram paralisados há bastante tempo.

Aduz ainda que "só uma liminar basta", requerendo que parem de colocar no escrutínio do Molusco, digo Ministro. No mérito, o advogado requer ainda que sejam fixados novos prazos para impulsos processuais, fixando em 30 segundos para despachos de expedientes e 1 minutos para análise de pedidos cautelares.

Ora, se julgaram um processo do ex-presidente em 28 segundos, acredito que todos os cidadãos brasileiros deveriam ter esse mesmo direito, e que a celeridade implantada nesses casos políticos seja estendida aos demais casos.

"Eu mesmo tenho um caso nesta mesmíssima vara que aguarda a expedição de um ofício há mais de onze meses, nem pra parir se leva tanto tempo. Talvez se eu disser que o processo é de um dos filhos do Lula meu processo ande mais rápido.

Procurada, a assessoria do TRF disse que não se manifesta sobre processos em andamento.

Fonte: EmbusteNews

Espalhe

Receba por e-mail

Organizações N.E.D.: Não Entendo Direito - Entendo Direito - Desenvolvido por Templateism